Arquivo da categoria: Microsoft

Skype passa por instabilidade e fica fora do ar.

O serviço de comunicação online Skype está instável nesta segunda-feira (21). Segundo a empresa, um problema impede que alguns usuários –não só brasileiros, mas do mundo todo– tivessem acesso às contas ou visualizassem as mensagens.

Os primeiros problemas com o Skype começaram em torno das 5h20 (horário de Brasília). Por volta das 12h20, a Microsoft informou que teria encontrado “erro” e que já teria iniciado o processo de reconexão e restauração do serviço.

Segundo a empresa, a questão não afetou usuários corporativos do Skype.

O serviço de comunicação online Skype está instável nesta segunda-feira (21). Segundo a empresa, um problema impede que alguns usuários –não só brasileiros, mas do mundo todo– tivessem acesso às contas ou visualizassem as mensagens.

Os primeiros problemas com o Skype começaram em torno das 5h20 (horário de Brasília). Por volta das 12h20, a Microsoft informou que teria encontrado “erro” e que já teria iniciado o processo de reconexão e restauração do serviço.

Segundo a empresa, a questão não afetou usuários corporativos do Skype.

Mais cedo, em sua conta no Twitter, a empresa alertou: “Estamos trabalhando para corrigir um problema que está impedindo a autenticação de alguns usuários no Skype. Pedimos desculpas por qualquer inconveniente”.

Usuários de diversos países relataram no Twitter que não conseguiam mudar o status, fazer chamadas ou mesmo iniciar o programa.

Fonte: UOL Noticias

//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Urgente: Microsoft alerta para problema em atualização do Windows 7

Update problemático da fabricante impede que usuários instalem updates e drivers, entre outros bugs. Empresa lançou solução para falha.

Os usuários do Windows 7 podem ter se colocado em problemas recentemente ao atualizar o sistema com um patch recente liberado pela Microsoft.

A empresa de Redmond confirmou que o update KB3004394, liberado em 10/12, pode causar vários problemas. O pior é que ele também pode impedir que os usuários instalem novos updates. Os problemas aparentemente estão limitados à máquinas com Windows 7, e não afetam os usuários do Windows 8 ou versões mais recentes.

Apesar de a Microsoft não ter especificado todos os problemas que os usuários estão enfrentando, o executivo Robert Hallock, da AMD, disse que o update pode impedir que o sistema instale novos drivers gráficos – o que é particularmente problemático uma vez que os novos drivers Catalyst Omega, da AMD, foram lançados no mesmo dia do update problemático do Windows.

Segundo a Infoworld, os usuários nos fórums de suporte da Microsoft apontaram uma variedade de outros problemas, incluindo falha ao abrir o Windows Defender, problemas para rodar o VirtualBox e erros estranhos no User Account Control.

Solução

A Microsoft agora liberou um patch que remove o update problemático das máquinas com Windows 7. Os usuários também podem remover a atualização de forma automática indo emControl Panel (Painel de Controle) > Programs (Programas) > Programs and Features (Programas e Ferramentas) > View Installed Updates (Ver Atualizações Instaladas), clicar com o botão direito do mouse em KB3004394 e selecionar Uninstall (Desinstalar).

Fonte: IDG Now!

Microsoft revela update do Windows Phone 8.1, cheio de boas coisas

O Windows Phone 8.1 Update agrega folders na tela de início e até recurso de VPN para navegar por Wi-Fi públicas

A Microsoft apresentou oficialmente o Windows Phone 8.1 Update, primeira atualização do seu sistema operacional móvel, no início da manhã desta quarta-feira, 30/07, em uma conferência de desenvolvedores na China.

Alguns dos novos recursos incluem folders para a tela de início, aplicativos em modo seguro e até uma bem-vinda função VPN para navegar com segurança em conexões públicas de Wi-Fi. Os usuários que optaram por receber o preview de desenvolvedores poderão baixar o update na próxima semana. Os demais “mortais”, consumidores que possuem dispositivos com o Windows Phone 8.1, vão ter de esperar alguns meses até que ele seja testado e liberado pelas operadoras.

Grandes novidades

O produto tem recursos suficientes para ser considerado um item obrigatório para os donos de Windows Phone, conforme publicado no post escrito por Joe Belfiore, vice-presidente da área de Windows Phone na Microsoft. Um dos recursos mais bacanas, mas não necessariamente mais úteis, é a possibilidade de combinar Live Tiles em pastas na tela de entrada simplesmente arrastando um sobre o outro.

windows phone pastas 520

No Android ou no iOS, quando se faz isso os ícones são guardados em um pacotinho preservando o espaço da tela. No Windows Phone, as pastas, chamadas de Live Folders, se parecem com um agrupamento, com os Live Tiles originais preservados dentro do grupo.

Cortana revisitado

Como era de esperar, o update vai dar ao assistente pessoal Cortana funcionalidades adicionais, incluindo novos recursos de linguagem natural, “sonecas” para alertas e coisas engraçadas como pedir a ele que “imite uma pessoa”. A Microsoft também agregou a possibilidade de ativar o Cortana sem usar as mãos, ativando o assistente com o comando de voz “call Cortana” a partir de uma lista de contatos no modo dirigir.

Cortana também será lançado na China (onde é conhecido como “Xiao Na”) com informações locais sobre celebridades, qualidade do ar e outros itens específicos da cultura chinesa. Para o Reino Unido, onde o Cortana também vai estrear, foi agregado um genuíno sotaque britânico e outros itens de interesse local. Segundo Belfiore, Canadá, Índia e Austrália serão autorizados a experimentar o Cortana por um programa “alfa”.

Mais produtividade

Um dos itens priorizados até agora foi a produtividade no Windows Phone, com pequenos recursos interessantes como a habilidade de automaticamente se conectar a hotspots públicos de Wi-Fi e compartilhamento automático de SSIDs e senhas de Wi-Fi privada com seus amigos.

windows phone apps corner

 

o Windows Phone 8.1 Update leva o sistema operacional um passo adiante, ao permitir que você configure VPNs para passar informações de forma segura através dos hotspots públicos sem permitir que eles vejam o que você está trafegando. Não ficou claro, no entanto, se o serviço VPN será provido pela Microsoft ou se simplesmente será um framework para conectar a um provedor Cisco ou outra VPN. Independente do detalhe, o suporte a VPN será certamente bem recebido por consumidores e profissionais corporativos.

Algumas reportagem também noticiaram que o novo update do Windows Phone vai suportar as gigantescas telas de 7 polegadas, com com tamanhos de até 960×540. Belfiore não confirmou a informação em seu post, nem confirmou que o update vai suportar capas interativas de telas.

Só para empresas

A Microsoft destacou um recurso projetado especificamente para negócios: o Apps Corner, meio caminho andado na direção de criptografar seu telefone por completo para a alegria do seu departamento de TI. O Apps Corner oferece um repositório especial em modo seguro (sandboxed) onde você pode guardar seus apps. As empresas também podem usar o Apps Corner para abrir automaticamente um app específico ao ligar o dispositivo, transformando o Windows Phone num dispositivo específico para tarefas como gestão de estoques, por exemplo.

Usuários do Windows Phone poderão achar úteis também os recursos de apagar e redirecionar mensagens de SMS em lote. E o fato de que o ícone da Windows Store vai fazer uma ronda a cada seis horas para descobrir os apps mais recentes disponíveis na loja.

E para não ficar apenas em assuntos sérios, a Microsoft adicionou um update para o app do Xbox Music, um recurso que muitos usuários esperavam há meses. “O produto tem recebido novos recursos continuamente a cada duas semanas nos últimos meses”, escreveu Belfiore. “E no próximo mês haverá um ‘quickplay’ das atividades recentes e suporte para o  Kids Corner. Alguns desses recursos ou melhorias já estão no app mais recente do Xbox Music app na versão atual do Windows Phone 8.1, mas alguns, como o (Live Tile) são específicos do Windows Phone 8.1 Update.”

 

Fonte: PCWorld

Microsoft bloqueia serviço de DNS Dinâmico No-IP e afeta 4 Milhões de usuários

 

Imagem

Microsoft deu nesta segunda-feira mais um passo em sua “cruzada” contra o cibercrime: por ordem da corte norte-americana, a empresa tomou posse de 22 domínios gratuitos do No-IP, todos supostamente explorados por criminosos para espalhar vírus desenvolvidos no Oriente Médio e na África. Mas apesar da boa notícia, a ação acabou por prejudicar cerca de 4 milhões de usuários legais do serviço de Domain Name Systems Dinâmicos (DDNS).

O No-IP existe desde 1999, e nasceu oferecendo os tais DDNS gratuitos e o redirecionamento de endereços. De forma simplificada, como explicam o The Register e o Ars technica, o serviço garante a usuários subdomínios gratuitos, como um “casa.no-ip.org” ou um “camera.no-ip.org”. Essas URLs ficam sempre atribuídas ao IP usado em um computador pessoal, por exemplo, de forma que o link não sai do ar mesmo que a identidade da máquina mude – como normalmente acontece por causa dos IPs dinâmicos, mais comumente utilizados.

O serviço é bem útil em casos envolvendo uma nuvem pessoal, o acesso remoto a uma câmera-IP de vigilância ou a um servidor de testes de uma aplicação, por exemplo. O problema é que, ao mesmo tempo em que tem sua utilidade legal, um DNS dinâmico também pode ser usado por cibercriminosos para gerenciar “centrais de controle” de múltiplos computadores, as chamadas botnets.

Histórico do caso – O procedimento todo teve início em 19 de junho, quando a Microsoft entrou com um pedido em uma corte dos EUA. Os advogados da empresa afirmaram que o No-IP era explorado frequentemente por criminosos, e “ajudava” 245 tipos diferentes de malware a circular pela internet. Como lembrou o Ars Technica, OpenDNS e Cisco também já fizeram reclamações e análises similares. E para provar que essa propagação de fato acontecia, a MS ainda mostrou que as duas ameaças principais (das famílias Bladabindi e Jenxcus) espalhadas pelo serviço de DDNS foram detectadas pelo menos 7,4 milhões de vezes só em 2013.

O pedido da companhia foi atendido pela Justiça americana porque a Vitalwerks Internet Solutions, responsável pelo No-IP, fora considerada negligente. Ainda pesou o fato de que esses ataques atingiam diretamente os usuários do Windows e, consequentemente, a própria Microsoft – que acabou por tomar o controle daquelas mais de duas dezenas de domínios gratuitos oferecidos pelo serviço, cujos donos ainda reclamaram por não terem sido avisados sobre o processo.

Problemas e reclamações – Praticamente atuando como a dona do serviço a partir da agora, a MS se tornou capaz de separar facilmente os domínios e hostnames “bons” dos “ruins”. O problema é que a infraestrutura da empresa não foi capaz de suportar as consultas (ou queries) dos clientes do No-IP, que ficaram sem conseguir acessar seus endereços.

“Temos cerca de 4 milhões de usuários afetados por essa interrupção, pessoas que estão fazendo cosias ótimas”, disse ao The Register uma representante do antigo responsável pelo serviço, dando uma resposta à Microsoft. “Eles deveriam filtrar o tráfego de malware e deixar o tráfego bom de lado, mas aparentemente seus servidores não conseguiram aguentar.”

A resposta da MS, no entanto, já havia sido dada. Richard Domingues, executivo da unidade de crimes digitais da empresa, escreveu que “conforme criadores de malware continuam poluindo a internet, donos de domínios devem agir de forma responsável, monitorando e se defendendo do cibercrime em suas infraestruturas”. “Se provedores de DNS Dinâmicos como o No-IP forem cuidadosos e seguirem as boas práticas da indústria, será mais difícil para os criminosos operarem anonimamente”, completou Domingues, na dura crítica.

Independente de que lado está com a razão, o fato é que não é a primeira vez que o No-IP está envolvido em uma polêmica, como a Cisco já mostrou aqui. No entanto, não dá para negar a parcela de culpa da companhia responsável pelo Windows no problema. Se quiser entender melhor esse décimo “ataque” da Microsoft aos malware, vale checar o post completo no blog oficial. E caso precise de alternativas – já que, ao Register, a empresa não conseguiu comentar o caso –, ainda existem o Dyn (pago), o FreeDNS (gratuito), entre outras opções.

 

Fonte: http://info.abril.com.br/noticias/seguranca/2014/07/microsoft-derruba-servico-de-dns-dinamico-usado-por-4-milhoes-de-pessoas.shtml